Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007

Casórios e afins

aliancas.jpg


"Então e quando é que te casas?", tem sido a pergunta que insistente e irritantemente mais me tem sido colocada nos últimos tempos. Pensava que, aos 30 anos, com o final de um namoro de quase 10 anos no curriculum e após adoptar um estilo de vida sem regras impostas e sem me importar com opiniões alheias, essa questão ridícula tivesse deixado de ter razões para existir. Pelos vistos não!

Por que carga de água me teria eu de casar?! Confesso que durante muitos anos foi um objectivo que acalentei. Só nessa altura da minha vida é que considerei o casamento e tudo o que lhe estivesse associado, como sendo algo importante para mim. Há 3 anos, com o final da tal relação de quase 10 anos, comecei a pensar que queria uma longas férias sentimentais e nada de compromissos.

Actualmente, a ideia de casamento arrepia-me no péssimo sentido. Na minha cabeça implica um compromisso sufocante que não pretendo ter por nada! E tal como abomino casórios de papel assinado, também abomino todas os simbolismos que lhe estejam ligados. Refiro-me a alianças, quer sejam de namorados, quer sejam de casados. Sim, também eu usei uma aliança durante muitos anos e confesso que gostei bastante. Hoje, seguindo a mesma linha de pensamento dos casórios, sinto que para mim já não faz sentido. Além do mais, não sou pombo para andar anilhada! E mais: o meu BI diz que sou solteira e não vejo qualquer necessidade de alterar esse estado. Há tempos tive uma convera caricata com a minha tia. Perguntava-me ela: "mas nao te queres mesmo casar?"... e eu: "dassss! Claro que não! Para que raio me havia eu de querer casar se estou tão bem assim??"... Remate final da minha tia: "então e depois para teres bebés?... eu gostava tanto de der tia-avó!"... E eu convencida de que para se ter filhos só era preciso foder (alguém andou a alterar as regras sem me avisar!).

Com a notícia da minha gravidez, voltei a ter de gramar as insípidas questões do quando-é-que-te-casas... mas quem disse que uma gravidez implica casamento?! Foda-se lá a mentalidade atrasada! Não precisei de estar casada para engravidar, pois não? Então porque havia de ter de estar casada para criar o bebé? E mais, quem é que disse que precisava sequer de estar com alguém?? Não, não estou a ser egoista, estou apenas a relativizar, para fazer ver que dependências emocionais não estão com nada! É evidente que neste momento estou com o pai da minha filha, mas não era obrigatório que assim fosse, certo? Bem, não me vou alongar por aqui, até porque este será tema do meu próximo post.

Havia de ser bonito se eu, trintona e grávida, resolvesse casar! Só de visualizar a cena deprimente, sinto-me como se fosse para um baile de máscaras. E já que era para ir de disfarce, fazia questão de ir de branco, mascarada de pureza virginal. Sim, de facto, havia de ser bonito! eheheh

Para finalizar, mais um motivo de força superior para não me casar: as despedidas de solteira!Enquanto eles vão ao strip, deixar que elas rocem tudo quanto têm e tudo quanto pagaram ao cirurgião plástico para ter, nós vamos jantar com as amigas e depois, quem sabe, uma ida à discoteca da zona, armadas em galinhas histéricas. Isto sem contar com as "prendas" dos amigalhaços, que incluem uma sessão particular com a moça, foda incluída e paga pelos amigos, que garantem total silêncio até à sepultura (o código de honra deles é bastante superior ao das nossas amigas que, numa situação idêntica, apanhariam urticária até à raiz dos pintelhos se não pudessem contar nada!). Que nos dão as nossas amigas? Basicamente artefactos lindíssimos para usar durante o jantar e estadia na discoteca... tudo da "colecção piço"! Ele é bandolete com um piço gigantesco no cimo, colares com picinhos, chupetas em forma de (adivinhem!) piço(!), and so on. Um autêntico mimo! Eis-nos chegados ao cerne da questão e aproveito para lançar aqui um ponto de reflexão: em qual das duas despedidas de solteiro me imaginam? A abusar do pobre e indefeso stripper (agora lembrei-me do Leo... há que séculos que este strip já vai! lol) ou a dançar na disco da moda munida com uma bandolete fálica? Foda-se, eu lá sou gaja para usar acessórios?! Nem que estivesse bêbada! Vá, talvez se estivesse mesmo muito muito bebada...

Sempre disse que era "muito gajo" em muitos sentidos e antes preferia passar a noite encostada ao balcão da discoteca a malhar minis e a conversar com um bom amigo, do que andar aos gritinhos histéricos, ostentando um gigantesco, grosso e erecto penis no alto da moleirinha. Mas sem duvida que este cenario continua a cativar muita rapariguinha nova prestes a dar cabo da sua boa vida e acorrentar-se ad eternum ou até que o divórcio os separe. E se há algo que eu pretendo, é evitar sentir-me sufocada... logo, nem pelo caralhinho me caso!

Que se há-de fazer? São feitios...
publicado por Danni às 21:34
link do post | Vá, diz qualquer coisinha! | favorito
11 comentários:
De Danni a 14 de Janeiro de 2008 às 19:06
NUNO: Ora ai esta um boa questão!! ehehehe
De nuno a 14 de Janeiro de 2008 às 15:49
entao QUANDO é k te casas???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
De Danni a 11 de Dezembro de 2007 às 00:55
RAFAEL: Fiquei sem palavras com este teu comentário... Coimbra continuará a brindar sempre com a sua mística e, enquanto houver vozes e corações, ouvir-se-á o fado em quaquer recanto da cidade velha. Quanto a mim, renovo-me. Obrigada pelos parabéns! ;) Jinhos grandes
De Danni a 10 de Dezembro de 2007 às 22:57
SAM: Caraças pah!! Eu quero mesmo é uma dessas modernaças... até deixo serem os gajos a organizar! Quanto à mudança do nome do tasco, concordo! O voo picado e desorientado reporta-se a uma fase da minha vida que nada tem a ver com a actualidade. Sem dúvida que a borboleta agora está destinada a voos mais altos. Beijo enorme pra ti doidão!
De Danni a 10 de Dezembro de 2007 às 22:35
SHOOTINGSTAR: Concordo. Já há algum tempo que deixou de fazer parte dos meus planos e fazer desse momento uma fantochada em que se gastariam balúrdios em dinheiro só para fazer a vontade a terceiros tb não me parece. Jinhos grandes. P.S.: Já lá fui recolher o meu prémio... no próximo post xibo-me e deixo cair a baba toda! eheheh
De Danni a 10 de Dezembro de 2007 às 22:31
WOLFHEART: Pelos vistos, por estas bandas continua a ser mesmo o que sempre foi, já que ainda não tive o prazer de ir a essas despedidas de solteira - versão fêmea - todas pra frentex... mas queria! BUAAAAA. Bem, choradinhos à parte, ainda bem que as coisas estão em pé de mudança, que isto da colecção piço já começava a chatear (pelo menos no que respeita a bandoletes e afins! eheheh). Jinhos
De Rafael a 8 de Dezembro de 2007 às 16:50
Cale-se o mundo, ouçam-se as guitarras... Coimbra será mãe!
De camisola vermelha justa com decote em V ou sem camisola vermelha justa com decote em V, com botas Dr. Martens ou sem botas Dr. Martens, com casaco preto ou sem casaco preto, pronta ou não, Coimbra será sempre o melhor que puder e souber. Coimbra dará sempre o seu melhor... "O sonho comanda a vida" e "Coimbra é uma lição de sonho". Há uns meses atrás, o aniversário... agora, a coragem de cumprir o milagre da vida! Mãe Coimbra, Mãe Danni, parabéns a multiplicar pelo infinito.
De shootingstar a 8 de Dezembro de 2007 às 14:28
Venho dar um oi, mandar um kiss e dizer que tens um prémio para ir buscar ao meu blogue! Bjus
De Sam a 6 de Dezembro de 2007 às 08:43
Noutras circinstancias o meu orgulho de macho Alfa não iria permitir tal afronta, mas penso que no teu, devido á especificidade da situação e a tua condição humana de gaija com tomates ( e esperemos que sem pepino ) organizem uma despedida com gaijos e gaijas um dois em um ( que ta na moda agora ) mas deixa os gaijos organizar a coisa lolololololol

Vais ver que vai ser fixe !

tb ja agora aconselhava-te ao seguinte : acho que ta na hora de mudares aqui a tua casa, o nome principalmente agora a borboleta vai voar alto e maravilhar toda a gente!!
beijo amiga! GRANDE GRANDE MESMO!
De shootingstar a 6 de Dezembro de 2007 às 01:01
Ah ah ah, fartei-me de rir!!! Bem, se não está nos teus planos e estás bem assim, também não vejo razões para teres de te casar. Só para fazeres vontadinha aos outros? Pois bem, não me parece! Se for ideia tua, força nisso!!! A vida é tua, portanto...

Bjinhos para os três e tudo de bom!!!

Vá, diz qualquer coisinha!

:.Queres falar com a gaja?

danni_mrls@hotmail.com

:.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

:.Afinal quem é a gaja?

:.Últimos devaneios

:. Último episódio

:. Just think about it!

:. Portugal 3 - Hungria 0

:. Um abracinho

:. A euromilhas de distância

:. Dia de S. Nunca

:. A pedido de...

:. O fiel jardineiro

:. Pau que nasce torto...

:. There's no need to argue....

:.Já lá vai o tempo

:.tags

:. todas as tags

:.Outros vôos por onde me perco

:.Rapidinhas


:.De que andas à procura?