Quarta-feira, 28 de Setembro de 2005

Por toda a força que me transmitiram...

Quero com este texto expressar o meu mais sincero agradecimento a todos os que perderam alguns minutos do seu tempo para me dar ânimo e coragem quando eu mais necessitei.

Obrigada à minha família, que me transmitiu todo o carinho e compreensão que pôde, mesmo que eu não dissesse uma só palavra. Um grande beijinho à minha irmã, por se importar comigo, mesmo sem saber bem do que se tratava. Aos meus amigos que não me abandonaram um só instante neste período mais negro da minha vida. Obrigada Picas, Rosita e Ni, por me ajudarem a voltar à superfície. A todos quantos deixaram mensagens de apoio neste meu diário de bordo... Sam, Shootingstar, A*, Borboleta, JM_Shots, Squeezy, Zuco e Inconfidente... Obrigada pela força e carinho. Por acreditarem em mim, mesmo sem me conhecerem. Bem hajam!

Este foi, sem sombra de dúvida, a pior fase da minha vida. Como se tudo me tentasse derrubar ao mesmo tempo. Sentia-me só... mesmo que estivesse muita gente à minha volta. A juntar a tudo isto estava a minha consciência, constantemente a acenar-me com as más escolhas que tomei ao longo da minha vida (sobretudo as mais recentes) e o meu sentido negativamente auto-critico e marcadamente auto-recriminatório... tudo a afundar-me cada vez mais!

A minha primeira depressão aconteceu aos 16 anos. Desconfio que nunca a curei muito bem. Nessa altura, uma vez mais motivada pela solidão profunda, só me apetecia desaparecer. Morrer, mesmo. Nunca pensei em suicídio ou em métodos para tal... mas queria muito desaparecer. Comecei a isolar-me, deixei de sair, insónias constantes, perda de interesse pela vida... transitava de falsa alegria levada ao extremo para momentos de tristeza profunda. Até que comecei sozinha e muito lentamente a sair do marasmo. Alguns meses depois, sofri um acidente que veio mudar a minha vida em todos os sentidos. Fui atropelada e o carro passou-me por cima com duas rodas. No momento em que o carro me pisava senti um pavor enorme ao pensar que acabava tudo para mim naquele momento e soltei um grito mudo que só o meu cérebro ouviu... “NÃO!” Aquele não podia ser o meu fim! É caricato como meses antes só me apetecia morrer e naquele momento suspirar de alívio e alegria por estar viva... toda partida, mas viva! Voltei a ser quem fui antes da depressão, sempre bem disposta, sempre com um sorriso nos lábios, os meus comentários no momento certo e as minhas gargalhadas sonoras... sempre com a minha loucura saudável em alta!

Passados 11 anos dessa primeira depressão voltei, por um acumular de diversos motivos, a atravessar uma fase negra, com baixa de moral e sentimentos de extrema solidão à mistura. Ao contrário dos meus 16 anos, em que apenas pensava que queria morrer, desta vez cheguei mesmo a pensar pormenorizadamente no que deveria fazer e nas várias alternativas. Desta vez tinha mesmo de tomar uma atitude... ainda bem que me faltou coragem! Entre outras coisas, teria perdido a oportunidade de atingir um velho sonho e teria magoado profundamente todos os que me amam de verdade, todos os que gostam de mim e me aceitam tal como sou, todos os que me fazem sentir especial e importante.

Danni

Há alguns meses, no final de uma noite que lembro com especial carinho e saudade, um amigo por quem nutro grande carinho disse-me o que pensava a meu respeito... Ainda hoje me lembro das tuas palavras. Eu sei que não te lembras desta conversa (...), mas fizeste-me sentir muito especial! Nunca te tinha dito isto...
publicado por Danni às 07:07
link do post | Vá, diz qualquer coisinha! | favorito
8 comentários:
De Elsita a 3 de Outubro de 2005 às 15:25
Vim espreitar para saber se essa força já estav no auge e ler um novo post. Deixo beijócas
De Shootingstar a 2 de Outubro de 2005 às 20:26
Força! Assim é que é! Sempre que precisares, já sabes, cá estou eu!!! E fico à espera de mais posts lindos e cheios de energia positiva. Muitos beijinhos!!!
De yuri a 30 de Setembro de 2005 às 17:00
O que sentiste não foi falta de coragem, e o que te disseram não deve ter sido esquecido.

A morte vai chegar mais cedo ou mais tarde, quando menos esperarmos. Para quê apressá-la?

Tenta curar a depressão com um sorriso :) Comigo resulta.
De elsita a 30 de Setembro de 2005 às 10:27
Bem vinda! Obrigada pela visita ao meu blog, ainda bem que deu para rir!Uma (s) mãos amigas e algumas palavras são um bem muito necessário para esses casos...mas nas nossas mãos e mente está a vontade e o melhor remédio: nós temos que querer sair dessa depressão e querer é poder! Esta frase temos que dizê-la para nós próprios e ir à luta...a vida tem dissabores, mas há que saber ultrapassá-los e no que eu poder, conta comigo...nem que seja para dar uma gargalhadazita. Beijócas
De inconfidente a 30 de Setembro de 2005 às 09:56
Oi linda, ainda bem que vostaste, sabes que as depressões são cíclicas, tb passei uma fase mt negra e com uma grande depressão, felizmente pus-me de pé, sabes que nestas coisas, nada como os amigos e as pessoas que nos amam para nos ajudarem, mesmo inadvertidamente.
Beijocas
De Tequilla Zuco a 29 de Setembro de 2005 às 23:51
Toma lá um bocadinho... Tens sal? Passa ai o limão. Bebes a tequilla, lambes o sal, mordes o limão, ok? vá lá... um , dois três!

Estas cenas das depressões nunca passam, sabes? Ficam sempre connosco, estão sempre lá, prontas a saltar da caixa. O truque,linda... Queres mais uma? Olha que náo dá ressaca... O truque dizia, é dançarmos em cima da caixa. Queres dançar?

De Sam a 29 de Setembro de 2005 às 19:50
Ainda bem...ainda bem que já podemos contar contigo entre nós! trouxe um "DANNI" lembras? a tua bebida! Gosto de estar aqui contigo! Gosto de te sentir bem! cuidado com as recaídas...Os deuses ás vezes erguem-nos só para nos deixar cair! Sê forte! Beijo Doce!!
De alma gmea a 28 de Setembro de 2005 às 09:26
passei agora pelo teu blog ,e fiquei contente por ver que estas um bocado melhor estavas com pensamentos muito negativos.

A vida é bela vale a pena ser vivida, hà tanto amor para dar à nossa volta,todos nos temos fazes dificeis mas temos de ser fortes,tenho a certeza que o és.

acabei de criar o meu blog se quizeres la ir.Beijinhos

saudadestuas.blogs.sapo.pt

Vá, diz qualquer coisinha!

:.Queres falar com a gaja?

danni_mrls@hotmail.com

:.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

:.Afinal quem é a gaja?

:.Últimos devaneios

:. Último episódio

:. Just think about it!

:. Portugal 3 - Hungria 0

:. Um abracinho

:. A euromilhas de distância

:. Dia de S. Nunca

:. A pedido de...

:. O fiel jardineiro

:. Pau que nasce torto...

:. There's no need to argue....

:.Já lá vai o tempo

:.tags

:. todas as tags

:.Outros vôos por onde me perco

:.Rapidinhas


:.De que andas à procura?