Sexta-feira, 19 de Agosto de 2005

Para ti, cromito... porque és especial!

Saudade.jpg
Foto: Luís Lobo Henriques
In http://www.olhares.com





Podíamos ter sido muito mais, não tenho a menor dúvida. Se teria resultado, não sei... nem tu sabes!

Conheceste o que de melhor e de pior há em mim. O melhor porque sou mesmo assim e a empatia entre nós foi demasiado forte desde o inicio. O pior... dei-to a conhecer deliberadamente. Nem no meu mundo chego a tais extremos de personalidade. Assumo que sou teimosa... mas não da forma que te dei a conhecer. Sempre fui sincera contigo, em tudo o que te disse e em tudo o que passamos... não dava para não ser! Se as minhas atitudes nem sempre estiveram de acordo com as minhas palavras e se nunca te dei a entender o importante que eras, foi por um motivo que considerei importante durante muito tempo.

Quis evitar-te tantos dissabores. Não consegui e não me apercebi de que deveria ter mudado logo a minha atitude em relação a ti. Continuei a não me esforçar por adaptar nada. Porque pensei que seria melhor assim. Porque pensei que denegrindo a minha própria imagem perante ti, deixarias de sentir o que sentias por mim.

Objectivo atingido.
...Então porquê me sabe a derrota?

Eu sei bem a resposta... porque com as minhas atitudes posso ter perdido um potencial grande amigo, daqueles que é difícil encontrar. Isso sim, será para mim uma perda irreparável.

As relações amorosas terminam, por vezes da pior forma. As amizades verdadeiras são para toda a vida... e nós podíamos ter sido grandes amigos. Disso tenho a certeza absoluta!

Olho para trás e sinto uma saudade enorme do que fomos...

Cheguei tarde a algumas conclusões. Demasiado tarde, como sempre! Repetindo os mesmos erros de sempre!

Apenas te peço para comigo franqueza em todos os momentos. Tu és a última pessoa com quem quero repetir o meu mais recente erro, que é impingir a minha presença quando ela não é desejada.

Se algum dia os nossos caminhos se cruzarem novamente, mesmo que noutra vida, prometo que tudo será diferente.

És um rapaz com muitas qualidades. Acredita que como tu não há muitos. Quem ficar contigo, ficará bem de certeza!


Um grande beijo.
Até sempre!


Danni

"Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades."
(Luiz Vaz de Camões)




REVERÊNCIA AO DESTINO
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e reflectir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.

Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer. Ou ter coragem pra fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende. E é assim que perdemos pessoas especiais.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.
Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil.

Fácil é dizer "oi" ou "como vai?"
Difícil é dizer "adeus". Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas...

Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente eléctrica quando tocamos a pessoa certa.

Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só. Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois. Amar e se entregar. E aprender a dar valor somente a quem te ama.

Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.

Fácil é ditar regras.
Difícil é segui-las. Ter a noção exacta de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.

Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta. Ou querer entender a resposta.

Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.

Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma. Sinceramente, por inteiro.

Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.

Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefónica.
Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.


Eterno, é tudo aquilo que dura uma fracção de segundo,
mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.
publicado por Danni às 20:07
link do post | Vá, diz qualquer coisinha! | favorito
2 comentários:
De Danni a 23 de Agosto de 2005 às 21:34
P/ XANYNONYNOW: Sim, gostou mesmo de mim. Acredito que ainda seja difícil de digerir muito do que aconteceu... também para mim foi complicado e doloroso. Sabes que mais? As tuas palavras vieram no momento certo e acalmaram muito do que eu sentia. Tens razão... tempo ao tempo! Amigos para sempre... Bjos grandes
De xanynonynow a 22 de Agosto de 2005 às 12:04
Se essa pessoa gostou mesmo de ti amigos serão para sempre. Só tens de dar algum tempo pq, se calhar, o ke se passou foi mto complicado, doloroso e dificil de digerir(e ainda o deve estar a ser).
Dá tempo ao tempo e tudo se resolverá...
Bjos grandes

Vá, diz qualquer coisinha!

:.Queres falar com a gaja?

danni_mrls@hotmail.com

:.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

:.Afinal quem é a gaja?

:.Últimos devaneios

:. Último episódio

:. Just think about it!

:. Portugal 3 - Hungria 0

:. Um abracinho

:. A euromilhas de distância

:. Dia de S. Nunca

:. A pedido de...

:. O fiel jardineiro

:. Pau que nasce torto...

:. There's no need to argue....

:.Já lá vai o tempo

:.tags

:. todas as tags

:.Outros vôos por onde me perco

:.Rapidinhas


:.De que andas à procura?