19 comentários:
De danni a 17 de Março de 2005 às 04:33
P/ ZUCO: Tanto se perde no tempo... o que nos fascina aos 17 anos é efémero... ja lá vao 10 anos! Ambos mudamos... juntos, mas nem sempre no mesmo sentido. Que, pelo menos a amizade, jamais se perca! *Jinhos
De Danni a 17 de Março de 2005 às 04:29
P/PEDRO: Aparece sempre! Boa semana pra ti tb! *Jinhos
De Zuco a 16 de Março de 2005 às 12:53
Porque é que se escolheram? Porque é que aquelas duas pessoas começaram a namorar? Eu acho que para ajudar a resolver aquelas crises de "desatenção" que surgem, devemos voltar a lembrar-nos daquela pessoa que por qualquer motivo ou nenhum despertou a nossa atenção.
De Pedro a 16 de Março de 2005 às 01:38
Olá Danni,passei para te desejar uma boa semana e agradeçer a tua vista.
Bjs.
Pedro
De Danni a 15 de Março de 2005 às 21:21
P/ JOSE ANTONIO: embora tenha passado uma fase estranha espero nao ser um desses casos... alias, prometo esforçar-me a serio para nao ser!
Assim sendo, que eu nao me perca! ;-) *Jinhos (ontem deixei-te resposta tb ao comentario do dia 3)
De jose antonio a 15 de Março de 2005 às 09:56
...por vezes,entra-se em crise de indentidade,anda-se 1 pc á deriva sem saber o caminho a seguir...já vi casos assim...
De Danni a 14 de Março de 2005 às 18:33
P/ VAMPIRIA: Tenta! Esforça-te ao máximo para manter uma relação que te faz feliz. Acima de tudo, nunca deixes que o dialogo aberto desapareça…. É fundamental!... Para que os “pequenos nadas” não se acumulem e possam comprometer a vossa felicidade. Falo por experiência própria. Boa sorte! *Jinhos
De Danni a 14 de Março de 2005 às 18:33
P/ JOSE ANTONIO: Não estou arrependida… nem seria coerente se estivesse. Nenhum dos dois estava a ser feliz da forma como a relação estava. Deixamos passar demasiados anos. Desapareceram as ideias cor-de-rosa do tipo “vamos tentar novamente… agora é que vamos conseguir”. De qualquer forma, terá sempre um lugar especial no meu coração e sei que posso contar sempre com ele. Sinto-me de bem com o meu passado!... O que querias dizer com “não te percas”? *Jinhos
De Danni a 14 de Março de 2005 às 18:32
P/ EU33: Se quando dizes “nada existir em comum”, te referes ao facto de não haver bens materiais que nos liguem (casa, carro, etc.), tens toda a razão… todos os factores que mencionaste estavam presentes, daí ter sido um final sem motivos para azedumes ou raivas acumuladas. Sei de casos em que pequenos pormenores insignificantes (relacionados com bens materiais) deram lugar a discussões ridículas (bastante ridículas mesmo!) e evitadas. É como dizes… o julgamento vem sempre em anexo! *Jinhos

De Vampiria a 14 de Março de 2005 às 16:03
Apesar de mt simples, o teu blog chamou me aatençao devido a este texto.... nao imaginas o qt ele se encaixa na minha vida neste momento... tmb nao sei o que estara a falhar, mas tentarei com que tudo corra sempre plo melhor, pork o meu namorado é a melhor pessoa que ja conheci na vida...

Vá, diz qualquer coisinha!