Quinta-feira, 3 de Março de 2005

É tempo de deixar de olhar para trás...

noite2.jpg 

 

Deixas em mim tanto de ti

(Pedro Abrunhosa / Pedro Abrunhosa)

 

A noite não tem braços

Que te impeçam de partir,

Nas sombras do meu quarto

Há mil sonhos por cumprir.

 

Não sei quanto tempo fomos,

Nem sei se te trago em mim,

Sei do vento onde te invento, assim.

Não sei se é luz da manhã,

Nem sei o que resta em nós,

Sei das ruas que corremos sós.

 

Porque tu,

Deixas em mim

Tanto de ti,

Matam-me os dias,

As mãos vazias de ti.

 

A estrada ainda é longa,

Cem quilómetros de chão,

Quando a espera não tem fim,

Há distâncias sem perdão.

 

Não sei quanto tempo fomos,

Nem sei se te trago em mim,

Sei do vento onde te invento, assim.

Não sei se é luz da manhã,

Nem sei o que resta em nós,

Sei das ruas que corremos sós.

 

Porque tu,

Deixas em mim

Tanto de ti,

Matam-me os dias,

As mãos vazias de ti.

 

Navegas escondida,

Perdes nas mãos o meu corpo,

Beijas-me um sopro de vida,

Como um barco abraça o porto.

 

Porque tu,

Deixas em mim

Tanto de ti,

Matam-me os dias,

As mãos vazias de ti.

 

 

Porque tudo tem um momento ideal para acontecer. Há palavras e momentos que ficam guardados para sempre em nós... mas o tempo nao pára e a vida tem mesmo de continuar.

*Danni*

 

Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2005

Para alguém com incertezas...

A natureza humana prega-nos cada rasteira...

 

Mesmo assim, nunca deixes de escutar o que te diz o teu coração. Citando Séneca, "O amor não se define; sente-se". Se sentes que deves enveredar por um caminho que a razão te diz não ser o mais correcto, porquê não arriscar mesmo assim? Pode ser que seja este o momento de recompor tudo o que no passado esteve fora do teu controlo. Pode ser que seja precisamente agora que o caminho da felicidade se abre para ti e não no passado em que tudo falhou. Não te prendas a um medo de magoar as pessoas quando é a tua felicidade e o teu futuro que estão em jogo.

 

Esse alguém que receias magoar compreende perfeitamente que o teu passado foi e continua a ser demasiado importante e apoia totalmente a tua decisão de voltares atrás. Por muito que tentes, não conseguirás deixar de magoar quem tantas esperanças depositou em ti... mas a vida é mesmo assim. Até a mágoa se suaviza com o tempo. Jamais poderias continuar com tantas incertezas. Não seria justo, tal como não tem sido justo até hoje... sei bem do que estou a falar!

 

Não te quero ver sofrer por esta dúvida que te consome. Acima de tudo, a tua principal opção deves ser tu próprio.

 

Quem entrou neste jogo há menos tempo sai enquanto ainda lhe resta alguma sanidade mental... depois de atravessar o caos, voltará a ver o brilho do sol e encontrar-se-á novamente.

 

Não te preocupes, tudo voltará ao seu rumo natural. Dá tempo ao tempo...

 

Força!

 

"Procura a tua felicidade e, desta vez, não permitas que se te escape por entre os dedos..." Gi

 

*Danni*

 

"O coração tem razões que a própria razão desconhece" Blaise Pascal

"Há vários motivos para não amar uma pessoa, e um só para amá-la; este prevalece" Carlos Drummond de Andrade

Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2005

Momentos...

É noite.

Ao longe o mar.

Sinto o ruído das ondas a romper. A suave brisa acaricia o meu corpo.

Envolves-me num abraço apertado. Fecho os olhos.

O tempo fica suspenso para sempre nesse momento mágico.

Sinto o teu corpo, o teu cheiro... Sinto-te.

A tua presença prende-me a este lugar.

Não sei quem és.

 

Acordo. Tudo não passou de um sonho.

Os meus olhos enchem-se de lágrimas, como um rio que quer transbordar.

E choro!

Choro a perda do que nunca foi meu.

Choro por tudo o que não quero sentir.

Choro a mágoa.

Choro a solidão.

Choro em vão.

E grito!

Nenhum som sai da minha garganta.

Ninguém me ouve.

Ninguém sabe quem sou.

 

Sou apenas a recordação sem nexo de um momento sublime.

Que insignificante me sinto agora...

 

Talvez num momento distante te volte a encontrar. Talvez um dia regresse a esse lugar mágico e me encontre novamente...

 

Sei que estarei lá...

...Onde o tempo parou.

 

*Danni*

publicado por Danni às 19:34
link do post | Vá, diz qualquer coisinha! | favorito

:.Queres falar com a gaja?

danni_mrls@hotmail.com

:.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

:.Afinal quem é a gaja?

:.Últimos devaneios

:. É tempo de deixar de olha...

:. Para alguém com incerteza...

:. Momentos...

:.Já lá vai o tempo

:.tags

:. todas as tags

:.Outros vôos por onde me perco

:.Rapidinhas


:.De que andas à procura?